Postado em 15 de Maio de 2014 às 11h14

Começa mais uma edição da SIAL China

SCL Consultoria e Negócios Internacionais Novo Conteúdo 01 MAPA “Começou, nesta terça-feira (13), a 15ª edição da Feira de Alimentos SIAL China, em Xangai. O Ministério da Agricultura,...

MAPA
“Começou, nesta terça-feira (13), a 15ª edição da Feira de Alimentos SIAL China, em Xangai. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em parceria com o Ministério das Relações Exteriores (MRE), é responsável pela organização do Pavilhão Brasil, com 252 m². A feira vai até o dia 15 de maio.
Considerada uma importante porta de entrada para produtos do setor de alimentos brasileiro no mercado asiático, a feira tem participação de 52 empresas brasileiras dos segmentos de carne, café, açúcar orgânico, bebidas alcoólicas, sucos, mel, chocolates, produtos de mercearia, castanhas, frutas desidratadas, entre outros. Em 2013, o Brasil exportou US$ 22,8 bilhões para a China, terceiro maior mercado importador de alimentos.

Segundo a diretora do Departamento de Promoção Internacional do Agronegócio do Mapa, Telma Gondo, a participação brasileira nesse mercado aumentou 29% no período de 2008 a 2013. “A despeito do crescimento do comércio brasileiro no mercado chinês em produtos alimentícios, houve concentração das exportações de soja. Por essa razão, temos promovido a participação de empresas brasileiras que tenham um portfólio de produtos com maior agregação de valor, não apenas na SIAL China, mas em praticamente todos os eventos internacionais”, disse. “Almeja-se assim não só a continuação dessa conquista de mercado para novos produtos brasileiros, mas também a reversão dessa tendência à concentração”, conclui.

fonte: http://www.agricultura.gov.br/comunicacao/noticias/2014/05/comeca-mais-uma-edicao-da-sial-china

Veja também

Sanções russas podem impulsionar exportações agropecuárias brasileiras07/08/14 Governo brasileiro já fala em "revolução" nas exportações de carne, milho e soja, e economistas avaliam que o Brasil tem condições de atender à nova demanda. As restrições da Rússia à importação de alimentos e produtos provenientes de países que lhe impuseram sanções abrem portas para......
EUA se tornam principal destino de manufaturados, diz MDIC06/01/15 Brasília - O secretário de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Daniel Godinho, afirmou na tarde desta segunda-feira, 5, que os Estados Unidos se tornaram, no ano......

Voltar para Blog (en)