Postado em 30 de Julho de 2014 às 11h47

BRASIL VAI AMPLIAR DEFESA COMERCIAL

SCL Consultoria e Negócios Internacionais Novo Conteúdo 01 O governo prepara uma reforma nos instrumentos de defesa comercial para apertar o cerco contra importações desleais e atender às novas demandas da indústria...

O governo prepara uma reforma nos instrumentos de defesa comercial para apertar o cerco contra importações desleais e atender às novas demandas da indústria após o reconhecimento do status da China como "economia de mercado"em 2016, o que poderia liberar uma onda de produtos chineses no Brasil. Depois de ajustar as chamadas medidas antidumping, que impedem a importação de produtos abaixo do custo de produção no país de origem, um novo decreto será publicado nos próximos meses para alterar as normas de aplicação de medidas compensatórias. Essas regras consistem em sobretaxas para inibir a compra de produtos com subsídios ilegais concedidos pelo país de origem. As informações estão na edição de hoje do jornal O Estado de S.Paulo.
Fonte: O Estado de S.Paulo

Veja também

Camex aplica medida antidumping para importações de pneus23/12/13 Por Valor BRASÍLIA - Após encerrar investigações, a Câmara de Comércio Exterior (Camex) decidiu aplicar o direito antidumping definitivo, por um prazo de até cinco anos, às importações brasileiras de pneus novos de borracha de motocicletas originárias da Tailândia, China e do Vietnã e de refratários básicos......
Venezuela desacelera e PIB cresce só 1,1%28/11/13 De São Paulo A economia venezuelana cresceu 1,1% no terceiro trimestre do ano, dado que reforça a grande desaceleração do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano. Segundo o Banco Central do país, o PIB nos nove......

Voltar para Blog (es)