Blog

Postado em 12 de Janeiro de 2015 às 17h41

12.1.2015 - Produção de grãos deve aumentar e chegar a 202 milhões de toneladas, diz Conab (Agência Brasil)

Exportação (35)
SCL Consultoria e Negócios Internacionais Novo Conteúdo 01 A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou no dia (9) balanço da produção de grãos no Brasil. De acordo com os dados, o país deve produzir,...

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou no dia (9) balanço da produção de grãos no Brasil. De acordo com os dados, o país deve produzir, na safra 2014/2015, 202,18 milhões de toneladas. O número representa aumento de 4,5% com relação à última safra. A previsão também cresceu em relação à estimativa anterior, que era 201,55 milhões de toneladas. Com relação à área plantada, houve aumento de 1,3% (de 56,98 milhões para 57,8 milhões de hectares). Este é o quarto levantamento da safra atual.

"Nós tínhamos feito uma previsão de aumento da safra que está sendo superada pela realidade", disse a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu, ao comentar os dados. Segundo ela, em razão da venda antecipada, da valorização do dólar e do aumento da produção, os produtores não foram atingidos por quedas de preços de algumas commodities. Na próxima safra, no entanto, devem ser afetados negativamente pela alta da moeda norte-americana, já que importam adubos e fertilizantes.

"A valorização do dólar e o aumento da produção fizeram com que os produtores ficassem em uma situação confortável. Estão com custos [de produção] defasados. Deveremos ter um problema na próxima safra [com aumento de custos]. O PIB [Produto Interno Bruto] do agronegócio em 2015 deve ser melhor que em 2014", afirmou a ministra. Ela destacou ainda que as importações da China aumentaram. "[O país] aumentou as importações, decepcionando quem imaginava que a China teria um recuo", disse.

De acordo com o presidente da Conab, Rubens Rodrigues dos Santos, a previsão para a colheita de grãos ainda pode crescer. "A tendência do milho de segunda safra e a produtividade da soja podem fazer com que tenhamos um ano ainda melhor", disse. Kátia Abreu lembrou que, apesar da queda de preços do milho em razão do excesso de produção, o Brasil continua sendo o segundo maior exportador mundial do grão.

A soja é o destaque entre as culturas do país, com aumento de 11,4% da produção, prevista para ficar em 95,9 milhões de toneladas. A Conab promoveu a pesquisa entre os dias 14 e 20 de dezembro. O trabalho é feito em parceria com agrônomos, técnicos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de cooperativas, secretarias de Agricultura, órgãos de assistência técnica, agentes financeiros e revendedores de insumos, que fornecem as informações à estatal.

Fonte: Agência Brasil - notícia de 9.1.2015

Veja também

Aurora inaugura unidade de abate de suínos em Joaçaba, Santa Catarina17/04/14 Unidade industrial de Joaçaba foi inaugurada em abril de 2002 e teve suas atividades paralisadas, por causa da crise financeira internacional, no mês de abril de 2009. A Cooperativa Central Aurora Alimentos inaugura uma unidade de abate e processamento de suínos no distrito industrial de Joaçaba, no meio-oeste de Santa Catarina, nesta terça, dia 15. O empreendimento......
Começa mais uma edição da SIAL China15/05/14 MAPA “Começou, nesta terça-feira (13), a 15ª edição da Feira de Alimentos SIAL China, em Xangai. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em parceria com o Ministério das......
IMPORTAÇÃO MILÃO03/07/14   Designer curitibana Sandra Kanayama produz em Milão peças minimalistas, marcadas pela modelagem impecável e qualidade dos tecidos. A estilista acaba de trazer de Milão para Curitiba a coleção inverno 2014......

Voltar para Blog (pt)