Blog

Postado em 20 de Outubro de 2015 às 14h53

Missão Leva Empresas Para Panamá e República Dominicana

participaçoes SCL (24)

RODADAS DE NEGÓCIOS FOCAM SETORES COM OPORTUNIDADES DE EXPORTAÇÃO PARA ESSES MERCADOS

Organizada pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), a Missão Empresarial à América Latina e Caribe promoverá encontros de negócios entre 39 empresas brasileiras e compradores do Panamá e República Dominicana, de 26 a 30 de outubro. Os setores participantes são Alimentos e Bebidas, Casa e Construção, Maquinas e Equipamentos, Higiene e Cosméticos.

Dentre as empresas estão 10 integrantes do Programa de Extensão Industrial Exportadora (PEIEX) e que estarão pela primeira vez em uma missão empresarial no exterior. As rodadas de negócios serão realizadas na Cidade do Panamá, e em Santo Domingo e Santiago de los Caballeros, na República Dominicana. Os empresários também participarão de seminários sobre o ambiente de negócios em cada país.

As exportações brasileiras para o Panamá se concentram principalmente em máquinas e equipamentos, produtos para construção, e medicamentos. Em 2014, as vendas totalizaram US$ 362 milhões e as importações foram de apenas US$ 9,4 milhões, com um saldo comercial amplamente positivo para o Brasil. Até setembro de 2015, as exportações brasileiras para o Panamá chegaram a US$ 215 milhões.

Já a República Dominicana comprou do Brasil um total de US$ 358,3 milhões em 2104 e vendeu US$ 21,5 milhões, gerando também um saldo comercial positivo para o Brasil. As exportações brasileiras para o país cresceram em 2015 e já atingiram os US$ 348,4 milhões até setembro de 2015. Os principais produtos exportados pelo Brasil para o país são dos setores de Casa e Construção, Máquinas e Equipamentos, Alimentos e Bebidas.

Fihav
Ao final da Missão, parte das empresas seguirão para Havana, Cuba, onde integrarão o pavilhão brasileiro da Feira Internacional de Havana (FIHAV), de 2 a 7 de novembro. A delegação brasileira na FIHAV será composta por 45 empresas dos setores de Casa e Construção; Alimentos e Bebidas; Higiene e Cosméticos; Máquinas e Equipamentos.

Feira comercial de maior importância em Cuba, a FIHAV é um importante meio de entrada para produtos e serviços brasileiros no mercado cubano. A Apex-Brasil organiza a participação de empresas brasileiras desde 2003. Em 2014, as 45 empresas participantes alcançaram o volume de US$ 120 milhões entre negócios imediatos e ao longo dos doze meses seguintes.

O Brasil é hoje o quarto maior fornecedor de produtos para Cuba, sendo superado por Venezuela, China e Espanha. Em 2014, a corrente de comércio entre Brasil e Cuba totalizou US$ 568,9 milhões. O valor exportado pelo Brasil para a ilha chegou a U$S$ 507,8 milhões e as importações brasileiras de produtos cubanos totalizaram US$ 61,1 milhões, com um saldo comercial favorável ao Brasil de US$ 446,7 milhões.

Entre os produtos exportados pelo Brasil para Cuba, merecem destaque: óleo de soja; arroz; farelo de soja; milho; carne de frango in natura; café cru; produtos de higiene pessoal e cosméticos; máquinas e aparelhos de uso agrícola; carne de boi industrializada e calçados.

  • SCL Consultoria e Negócios Internacionais -

Veja também

Produtores de frutas buscam mercado no exterior06/01/14 AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BRASIL- ÁRABE “Um grupo com 12 empresas vai buscar mais mercado internacional para as frutas brasileiras em fevereiro. Elas participam da Fruit Logistica, uma das maiores feiras para frutas in natura do mundo, que ocorre em Berlim, na Alemanha, de 05 a 07 de fevereiro deste ano. A mostra costuma receber importadores do mundo todo, inclusive do mercado......
A Fenatran 2015 na opinião dos expositores!26/11/15 A Fenatran 2015 já acabou, mas esse vídeo exclusivo te mostra a opinião dos principais expositores que marcaram a maior feira de transporte rodoviário. Aperte o play e veja mais como foi a 20° edição!...

Voltar para Blog (pt)